Como tratar e aliviar os sintomas de dor de garganta?

Basta o inverno chegar para que doenças típicas da estação comecem a aparecer, por exemplo, gripe, resfriados e as temidas e incômodas dores de garganta. Estas últimas são uma queixa bastante comum e podem persistir por um longo tempo. Por isso, é muito importante estar atento! Irritação, ardência, tosses e dificuldade para engolir são sintomas de dor de garganta que podem indicar infecção ou inflamação.

Então, nesse texto explicaremos tudo que você precisa saber sobre a diferença entre infecção e inflamação, além de como tratar os sintomas de dor de garganta. Acompanhe com a gente!

Sintomas de dor de garanta? Saiba identificar se é faringite, laringite ou amigdalite

A dor de garganta, muito recorrente para algumas pessoas, pode indicar infecção ou inflamação em diferentes regiões da garganta. Essa é a principal diferença entre amigdalite, laringite e faringite. Veja só:

Amigdalite

As amígdalas são dois órgãos de defesa do organismo, localizadas uma de cada lado da garganta. Quando a pessoa fica fraca, com imunidade baixa, esses guardiões do corpo podem ser vítimas de agentes biológicos. Portanto, a amigdalite é muito comum, principalmente no inverno.

Os principais sintomas de amigdalite incluem dor, dificuldade para engolir, vermelhidão e inchaço.

Faringite

A faringe é a estrutura localizada no final da boca. Por essa razão, os principais sintomas da faringite são a dor ao engolir, falar e bocejar, a irritação e a vermelhidão. A causa mais comum é a infecção viral.

Laringite

A laringe faz a ligação entre a faringe e a traqueia, onde estão localizadas as cordas vocais. Por isso, rouquidão, dor na garganta e tosse seca são os sintomas mais comuns.

A maioria dos casos de laringite é causada por vírus ou esforço vocal excessivo. Outras causas podem incluir o abuso de bebidas alcoólicas, sinusites recorrentes, tabagismo, fumaças e substâncias alérgicas.

Tratamento para amigdalite, faringite e laringite

Antes de saber qual é o tratamento ideal, é necessário identificar a causa e os sintomas de dor de garganta. Em casos de infecções virais, o caso pode ser solucionado com anti-inflamatórios e analgésicos. Por outro lado, nas infecções provocadas por bactérias, o tratamento pode ser feito com antibióticos.

Por isso, é muito importante consultar um médico. Afinal, é ele quem vai analisar o tipo de infecção ou inflamação que está causando a dor e indicar o melhor tratamento.

Inflamação ou infecção? Entenda a diferença de uma vez por todas

Ao contrário do que muita gente pensa, infecção e inflamação são duas coisas bem diferentes. Mas como diferenciá-las? Veja só:

A garganta inflamada, por exemplo, é um processo inflamatório que pode acometer amígdalas, faringe e laringe, e eventualmente cordas vocais. Isso acontece quando nosso corpo responde a uma agressão ou quando as células de defesa agridem o próprio organismo. Geralmente, são usados remédios anti-inflamatórios e analgésicos para curar e aliviar os sintomas de dor de garganta.

Já as infecções acontecem quando agentes biológicos, como vírus, bactérias, parasitas e fungos, invadem nosso organismo. As infecções na garganta são muito comuns no outono e no inverno. Isso porque é nessa época de ar seco que esses micro-organismos mais se proliferam, principalmente em ambientes fechados. Além disso, as mudanças de temperatura diminuem a imunidade das pessoas, o que também facilita o ataque desses agentes biológicos.

Em casos de infecção, os sintomas de dor de garganta podem ser acompanhados por febre, dor de cabeça e dor muscular. Logo, para aliviar e curar esses sintomas de dor de garganta, o médico precisa avaliar qual é o tipo de micro-organismo invasor para indicar o melhor procedimento.

Enfim, entender a diferença entre infecção e inflamação é muito importante para identificar o tratamento ideal. Por isso, sempre procure um médico para descobrir qual é o melhor tratamento e a medicação a ser tomada, caso seja necessário.

Referências

Portal Tua Saúde

Portal Minha Vida

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

Hospital Sírio-Libanês