Diabetes: Você conhece os alimentos permitidos e evitados?

Não é novidade que uma das principais preocupações do diabético é a atenção redobrada com a alimentação. Mas porque será que isso é tão importante? Qual é a melhor dieta para diabetes e quais os alimentos permitidos e os que precisam ser evitados?

Nesse artigo vamos entender como funciona o organismo da pessoa com diabetes e como a alimentação influencia no tratamento da doença. Acompanhe conosco:

O que é diabetes?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1 em cada 11 pessoas no mundo sofra de diabetes, por isso podemos dizer que essa é uma doença relativamente comum.  Mas você sabe porque ela ela surge e quais são os efeitos do diabetes no organismo?

Bem, digamos que o diabetes interfere na capacidade natural do organismo em controlar o açúcar que circula na nossa corrente sanguínea, impedindo-o de transformar a glicose em fonte de energia. Isso acontece quando nosso corpo não produz mais insulina, ou quando a insulina produzida é insuficiente para “dar conta” da quantidade de glicose presente no organismo. Vamos entender melhor a seguir:

Energia

Como acontece com todos o seres vivos, nós seres humanos precisamos de energia para funcionar. Usamos energia para tudo, seja para desempenhar aquelas atividades mais “automáticas”, como respirar e pensar, até aquelas que exigem algum tipo de esforço consciente, como por exemplo caminhar ou correr.

Nós obtemos essa energia por meio da nossa alimentação, é por meio dela que ingerimos nutrientes como a glicose, as proteínas e os carboidratos. ²

Glicose

A glicose é um tipo de açúcar simples e é também a principal fonte de energia para as células do nosso corpo.

Funciona mais ou menos assim: logo depois que terminamos o café da manhã, nosso organismo começa a trabalhar para quebrar os nutrientes dessa refeição em pequenas moléculas, que depois serão absorvidas pelas células do nosso corpo. ²

Insulina

Já entendemos que nosso corpo precisa de energia e também que grande parte dessa energia vem da glicose, certo? Então, é aqui que entra a insulina.

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, ele é responsável por fazer todo o trabalho que acabamos de explicar ali em cima, ou seja, a insulina é indispensável para que o nosso corpo consiga transformar aquele pãozinho de queijo saboroso em energia. ²

Como os diabéticos produzem pouca ou nenhuma insulina, a glicose não chega até as células do corpo e acaba ficando muito tempo na corrente sanguínea, isso é o que conhecemos como hiperglicemia.

Por outro lado, se a alimentação é pobre ou o tratamento medicamentoso é feito de maneira inadequada, o corpo pode sofrer com a falta de açúcar no sangue, que é conhecida como hipoglicemia. Nós explicamos melhor as duas condições em outro artigo, para entender melhor, clique aqui.

Por causa disso, a dieta do diabético deve ser um pouco diferente da alimentação recomendada para as pessoas que não convivem com o diabetes, alguns alimentos são permitidos, enquanto outros precisam ser evitados.

diabetes alimentos permitidos e evitados

Diabetes: Alimentos permitidos e evitados

A dieta correta para uma pessoa que tem diabetes vai contribuir para que os níveis de açúcar no sangue sejam controlados e mantidos constantes, isso irá evitar que aconteçam as alterações que acabamos de explicar: a hiperglicemia (muito açúcar no sangue) e a hipoglicemia (pouco açúcar no sangue).

Em primeiro lugar, é muito importante destacarmos que é essencial que a pessoa diabética vá ao nutricionista para que seja feita uma avaliação nutricional completa, pois cada indivíduo é único e apenas um profissional poderá avaliar qual é a melhor dieta para suas condições clínicas.

O nutricionista irá montar montar um plano nutricional baseado nas suas necessidades, avaliando qual é o tipo de diabetes, se há outras doenças associadas, qual é a sua idade e se existe a necessidade de nutrientes específicos.

Por exemplo, a dieta de um diabético tipo 1, com 8 anos de idade, será diferente da dieta de um diabético tipo 2 com 50 anos. Da mesma forma que uma mulher com diabetes gestacional precisará de um cardápio que leve em conta os nutrientes necessários para sua gestação.

Nosso e-book sobre o tema explica melhor cada tipo de diabetes. Clique no banner e baixe para entender mais:

Saiba tudo sobre diabetes!

A seguir incluímos algumas recomendações gerais e os alimentos permitidos e evitados na dieta para diabetes, baseados nos tipos de manifestação da doença:

Diabetes tipo 2: Alimentos permitidos e evitados 6

Vamos começar falando do diabetes tipo 2, pois ele é o mais comum. Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o tipo 2. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos, ela quase sempre aparece como consequência do excesso de peso e da má alimentação.

Ela é mais fácil de ser controlada e melhora bastante com a perda de peso e a prática regular de atividade física.

Alimentos permitidos no Diabetes tipo 2

Os alimentos que não precisam ser evitados, e são permitidos na dieta para diabetes tipo 2 são aqueles ricos em fibras, proteínas e gorduras boas, como:

  • Grãos integrais: farinha de trigo, arroz e macarrão integrais, aveia, pipoca;
  • Leguminosas: feijão, soja, grão-de-bico, lentilha, ervilha;
  • Legumes em geral, exceto batata, batata doce, mandioca e inhame, pois têm elevada concentração de carboidratos e devem ser consumidos em pequenas porções;
  • Carnes em geral, peixe, frango e boi, de preferência magras sem pele e gorduras visíveis. Evitar carnes processadas, como presunto, peito de peru, salsicha, linguiça, bacon, mortadela e salame;
  • Frutas em geral, desde que consumidas 1 unidade por vez;
  • Gorduras boas: abacate, coco, azeite, óleo de coco e manteiga;
  • Oleaginosas: castanhas, amendoim, avelãs, nozes e amêndoas;
  • Leite e derivados, escolher iogurtes sem adição de açúcar.

Vale lembrar que os tubérculos, como batata, batata doce, mandioca e inhame mesmo sendo alimentos saudáveis, devem ser consumidos em pequenas quantidades, porque serem ricos em carboidratos, que se transformam em açúcar. 6

Frutas para diabéticos tipo 2

As frutas possuem açúcar natural e por isso devem ser consumidas em pequenas quantidades pelos diabéticos. A recomendação de consumo é de 1 porção de fruta por vez, que, de forma simplificada, costuma funcionar nas seguintes quantidades:

  • 1 unidade média de frutas inteiras, como maçã, banana, laranja, tangerina e pera;
  • 2 fatias finas de frutas grandes, como melancia, melão, mamão e abacaxi;
  • 1 mão cheia de frutas pequenas, dando cerca de 8 unidades de uvas ou cerejas, por exemplo;
  • 1 colher de sopa de frutas secas, como uva passa, ameixa e damasco.

Além disso, é importante evitar o consumo de frutas juntamente com outros alimentos ricos em carboidratos, como tapioca, arroz branco, pão e doces.

diabetes alimentos que devem ser evitados

Alimentos evitados na dieta para diabetes tipo 2

Os alimentos evitados (ou até mesmo proibidos) na dieta para diabetes tipo 2 são aqueles ricos em açúcar ou carboidratos simples, como:

  • Açúcar e doces em geral;
  • Mel, geleia de frutas, compotas, marmelada, produtos de confeitaria e pastelaria;
  • Doces em geral, chocolates e guloseimas;
  • Bebidas açucaradas, como refrigerantes, sucos industrializados, achocolatados;
  • Bebidas alcoólicas, o diabético não pode beber cerveja, por exemplo.

Além do acompanhamento com o nutricionista, é importante que a pessoa que têm diabetes aprenda a ler os rótulos dos produtos,, pois o açúcar pode aparecer escondido em forma de glicose, xarope de glicose ou de milho, frutose, maltose, maltodextrina ou açúcar invertido.

Diabetes tipo 1: Alimentos permitidos e evitados 6

A diabetes tipo 1 é mais grave e mais difícil de controlar do que a diabetes tipo 2. Ela normalmente surge ainda na infância e a pessoa é sempre obrigada a tomar insulina para regular a a quantidade de açúcar que circula na corrente sanguínea.

Por ser de mais difícil de controlar, o paciente com diabetes tipo 1 deve sempre ser acompanhado pelo  endocrinologista e pelo nutricionista, pois a quantidade de carboidrato em todas as refeições deve ser bem controlada e ajustada juntamente com a dose de insulina a ser tomada.

Neste tipo de diabetes, o paciente deve reduzir o consumo dos mesmos alimentos que os pacientes com diabetes tipo 2, mas as quantidades dos alimentos permitidos devem ser reguladas de acordo com o histórico da glicemia e o uso de insulina.

diabetes causa problemas no coração

Diabetes gestacional: Alimentos permitidos e evitados 7

A dieta para diabetes gestacional é semelhante à dieta para a diabetes comum, ou seja, é necessário evitar alimentos que contém açúcar e farinha branca, como por exemplo doces, pães, bolos, salgados e massas.

Mas atenção: mulheres com diabetes gestacional precisam ter cuidado redobrado porque as complicações de crises de hiperglicemia (aumento do açúcar no sangue) podem ser muito graves, pois podem prejudicar o desenvolvimento do feto.

Quando o bebê é exposto a grandes quantidades de glicose ainda no útero, há maior risco de crescimento excessivo (macrossomia fetal) e, consequentemente, partos traumáticos, hipoglicemia neonatal e obesidade. A diabetes gestacional também é um importante fator de risco para uma futura diabetes mellitus tipo II.

Diabetes gestacional: alimentos permitidos

A gestante deve optar por alimentos pobres em carboidratos ou que contenham carboidratos complexos, que são os chamados alimentos integrais. Veja a lista completa a seguir:

  • Grãos integrais: arroz integral, pão integral, quinoa, aveia, lentilha, grão-de-bico, feijão, ervilha e milho;
  • Frutas e legumes em quantidades controladas;
  • Carnes em geral, de preferência com pouca gordura;
  • Peixes frescos e enlatados em azeite, como a sardinha e o atum;
  • Oleaginosas: castanhas, amendoim, nozes, avelãs e amêndoas;
  • Leite e derivados: leite integral, iogurte natural integral, queijos;
  • Gorduras naturais: manteiga, azeite, óleo de coco, coco, abacate;
  • Sementes: chia, linhaça, gergelim, abóbora, girassol.

Novamente, vale destacar que mesmo os alimentos integrais, as frutas, a batata e a batata doce também são ricos em carboidratos, por isso devem ser consumidos com moderação.

Diabetes gestacional: alimentos evitados

Os alimentos que devem ser evitados na dieta para diabetes gestacional são aqueles com açúcar e farinha branca na sua composição, podemos citar:

  • Bolos;
  • Sorvetes,
  • Doces em geral;
  • Salgados de padaria do tipo coxinha, risólis, quibe, bauru e etc;
  • Pizzas;
  • Tortas e pães brancos;
  • Alimentos que contenham amido de milho: pudim, mingau, etc;
  • Todos os produtos que contenham melaço, xarope de milho e glicose, pois são semelhantes ao açúcar.
  • Carnes processadas: salsicha, linguiça, presunto e mortadela, etc;
  • Bebidas com açúcar: café, refrigerantes, sucos industrializados e chás com com açúcar.

Lembre-se que toda dieta deve ser individualizada, os alimentos permitidos e evitados na diabetes poderão variar de acordo com o tipo da doença, os valores de glicemia (gravidade da condição), as preferências alimentares, idade, se há prática de atividade física e muitas outras coisas que podem interferir, devendo ser sempre prescrita e acompanhada por um nutricionista.

 


Colaboraram neste artigo:
Dr. Odair Albano – Clínico Geral – CRM SP 31101


Referências bibliográficas e datas de acesso

1 – Sociedade Brasileira de Análises Clínicas  15/01/2020

2 – Super Interessante 14/01/2020

3 – Tua Saúde  16/01/2020

4- Sociedade Brasileira de Diabetes  16/01/2020

5 – MSD Manuais – 16/01/2020

6 – Tua Saúde – 16/01/2020

7 – Tua Saúde – 16/01/2020