Uso correto dos medicamentos: confira 5 dicas

uso dos remédios

Antes de mais nada, quando se trata do uso de medicamentos, uma das dúvidas mais frequentes dos pacientes ao chegar na farmácia é como os medicamentos devem ser usados e armazenados. Iremos ver ao decorrer do texto vários hábitos errados e aprender com algumas dicas simples a forma correta.

1. Organize seus medicamentos

Em primeiro lugar no momento de organizar seu medicamento, evite usar organizadores de comprimidos. Sim aqueles organizadores em que você precisa tirar o comprimido da embalagem original para colocar dentro. Você deve estar se perguntando o porquê, mas saiba que:

  • Tirar o comprimido da embalagem original aumenta as chances de contaminação com micro-organismo externos e da sua mão, por mais que sua mão esteja limpa.
  • Alguns comprimidos não podem entrar em contato com a luz (aqueles com cartelas foscas ou prateadas – que não são transparentes) ou até com o ar, quando você tira o comprimido da cartela original para colocar no seu organizador, ele entrará em contato com a luz ou o ar, o que poderá fazer com que seu princípio ativo seja degradado com facilidade e possa vir a perder ou diminuir o seu efeito. Ao manter o medicamento em sua embalagem original você garante a sua qualidade.

Porém, ao armazenar os medicamentos você até pode tirar o comprimido da cartela e colocar no seu porta-comprimido no dia em que vai tomar o comprimido, somente no dia. Contudo o que não pode é deixar seus comprimidos a semana inteira dentro do organizador e ir tomando aos poucos.

Bem como, outra sugestão de armazenar os medicamentos é a possibilidade de retirar a cartela da caixa e colocar em um nécessaire na sua bolsa ou mochila, ou também você pode recortar o comprimido da cartela e levá-lo na embalagem original ocupando o menor espaço possível até precisar tomá-lo.

2. Planeje-se para tomar o medicamento

  • Sempre veja qual a melhor forma para que você se lembre de tomar o medicamento, e se tomar mais de um medicamento organize-se, como por exemplo um lembrete na geladeira como uma tabela, ou no celular.
  • Sempre quando for tomar seu medicamento, verifique na embalagem, nome do medicamento, dose, data de validade;
  • Nunca tome medicamento com a data de validade vencida;
  • Não utilize medicamentos com embalagem amassada, rasgada, sem rótulo, ou que tenha alguma informação apagada, riscada ou raspada, ou que esteja diferente do indicado em bula, por exemplo, na bula diz que o comprimido é branco e ele está amarelo. É sempre importante ficar atento nas características do produto antes da administração;
  • Lave as mãos antes de tomar o medicamento;
  • Tome as cápsulas ou comprimidos com ajuda de água. Evite tomar junto com leite, refrigerante ou bebidas quentes como chás, a não ser que seja indicado em bula.
  • Procure orientações com o farmacêutico/médico sobre o melhor horário para tomar o medicamento: em jejum, antes, durante ou após as refeições.

3. Armazene seus medicamentos corretamente

  • Mantenha o medicamento em sua embalagem original;
  • Guarde os medicamentos protegidos de luz, calor e umidade e em locais onde crianças e animais não alcancem;
  • Não guarde os medicamentos na cozinha nem no banheiro, devido a alterações químicas que podem ser causadas devido às oscilações de temperatura;
  • Fique atento aos medicamentos que precisam ser armazenados na geladeira e não os guarde na porta da geladeira. (Esta é a única situação em que o medicamento deverá ser “guardado” na cozinha);
  • Caso precise transportar o medicamento da geladeira, utilize caixa ou bolsa térmica com gelo reciclável.

4. Seja transparente com seu médico

Acima de tudo avise sempre o seu médico sobre todos os medicamentos que faz uso continuo antes de ele prescrever outro. Os medicamentos podem interagir um com outro e isso pode trazer sérios danos à saúde. E lembre-se se estiver grávida ou amamentando deve avisar o médico.

Perguntas que devem ser feitas ao médico antes de sair da consulta:

  • Quais são os nomes dos medicamentos receitados;
  • Para que serve cada medicamento;
  • Por quanto tempo precisará tomar o medicamento;
  • Como deve ser administrado o medicamento;
  • O que mudou no seu tratamento.

5. Evite a automedicação

Automedicação é quando a pessoa toma medicamentos por conta própria, sem orientação ou prescrição de um profissional de saúde habilitado.

Desse modo toda drogaria deve ter um Farmacêutico durante todo horário de funcionamento, ele é o profissional capacitado para orientar sobre o uso correto dos medicamentos. Procure-o quando for a uma farmácia ou drogaria e sempre peça a orientação do farmacêutico para obter informações sobre o uso correto dos medicamentos. Afinal, assim você não colocará sua saúde em risco.

Afinal lembre-se, o uso de medicamentos é parte de um tratamento que deve ser iniciado após o diagnóstico ser feito. O diagnóstico depende de uma anamnese completa e exame físico adequado. Por isso, somente médicos, dentistas e farmacêuticos em casos específicos, têm condições de prescrever corretamente uma medicação.

Por fim, parentes, amigos e vizinhos, se não forem médicos ou um profissional de saúde habilitado a prescrever, não podem indicar o uso de medicamentos sob prescrição.

Referências bibliográficas:

  1. Farmacêutico digital. Disponível em: <https://farmaceuticodigital.com/2018/08/orientacoes-importantes-uso-correto-medicamentos.html> Acesso em: novembro/2021.
  2. Guia de orientações sobre medicamentos. Disponível em: < https://www.hospitaldebase.com.br/arquivos-farmacia/guia-orientacoes-medicamentos.pdf> Acesso em: novembro/2021.